Para quem está entrando no mercado de trabalho agora, ou mesmo para quem já vivenciou outras entrevistas, sempre surgem dúvidas de como deve ser a postura, como controlar a ansiedade, ou como responder de maneira “correta” as perguntas do entrevistador. E cada entrevista acaba sendo uma experiência diferente.

Após o primeiro contato da empresa, informe-se sobre o segmento, seus produtos/serviços, missão, visão e valores, história, projetos. Uma dica simples é visitar o site da empresa ou conversar com alguém que já trabalhe ou trabalhou lá. A internet facilita e muito a busca dessas informações. Dessa forma, você chegará mais preparado para a entrevista.

A partir de seu currículo, que já deve estar nas mãos do entrevistador, prepare-se para contar sua história profissional. Você precisa saber as empresas pelas quais passou, os cargos que assumiu e o período em que ficou em cada uma delas. Você poderá atrelar sua trajetória à formação acadêmica. Nas entrevistas, questões pessoais também são abordadas, portanto, esteja preparado para falar de sua estrutura familiar, saúde, hobbies, etc.

Para o dia da entrevista, programe-se para chegar a tempo, preferencialmente alguns minutos antes para se ambientar ao local e reduzir a ansiedade. Chegar atrasado não causa boa impressão.

No momento da entrevista, tenha em mente que você estará ali para falar de sua história, de sua vida. E ninguém melhor que você para dominar isso tudo! Seja um bom ouvinte para entender as perguntas do entrevistador e fale, expresse-se! Mas não seja prolixo. Seja objetivo e conte sobre suas conquistas, projetos que participou, os maiores desafios que assumiu e os resultados que alcançou. Somente verdades são bem-vindas. Se a entrevista é para um cargo de liderança, conte sobre como se preparou para assumir uma equipe e como a desenvolveu. Esses pontos valorizam sua conduta profissional.

Ter uma postura confiante aumenta sua chance de prosseguir no processo seletivo. Mostre-se interessado, pergunte, mas também seja paciente para discutir questões salariais e benefícios – geralmente são negociados em etapas mais avançadas.

Após a entrevista, é momento de aguardar o retorno da empresa. E também é momento de você avaliar o quanto se identificou com a oportunidade proposta, com os valores da empresa, com a forma como foi recebido e se sentiu. A avaliação não é só da empresa, é sua também! Se a empresa te chamar para a próxima etapa, você topa? Fica a reflexão. 

Solange Perez G. Gonçalves – Analista de Desenvolvimento Organizacional