Como um dos itens da lista das 10 curiosidades sobre o Grupo Malwee, sempre tivemos uma ligação intensa com a natureza. Nosso compromisso com o meio ambiente está refletido em uma história de investimentos em processos que reduzem os impactos da nossa atuação e em ações de preservação e respeito ambiental. 

Abaixo, confira uma lista com 10 #AtitudesdoBem pelo meio ambiente que já realizamos e acompanhe nossos passos na criação de moda e difusão de tendências ambientalmente responsáveis! 

1: CRIAÇÃO DO PARQUE MALWEE
Não podíamos deixar de abrir a lista com a criação do Parque Malwee. O feito é considerado um símbolo do nosso compromisso e de nossos fundadores com as gerações futuras e com o meio ambiente. Inaugurado em 1978, iniciando a trajetória sustentável do Grupo, o Parque Malwee é referência nacional em preservação ambiental e lazer, com 40 mil espécies de plantas e uma fauna considerada acima da média, recendo mais de 100 mil visitantes por ano.

2: MANUTENÇÃO DE MAIS DUAS ÁREAS VERDES
Além do Parque Malwee, também mantemos mais duas áreas de conservação em Jaraguá do Sul (SC): o Pico Malwee e a Reserva de Fontes Verdes. Com 1,4 milhão de metros quadrados, o Pico Malwee tem 550 metros e, de seu topo, pode-se ter uma das vistas mais privilegiadas do município. Destinada exclusivamente à pesquisa científica, a Reserva de Fontes e Verdes, averbada em 2011, com cerca de 1,3 milhão de metros, abriga 21 nascentes integrantes da microbacia do Rio Jaraguá, em uma altitude de até 700 metros. Ao todo, são mais de 4,2 milhões de metros quadrados de áreas preservadas pelo Grupo, com o objetivo de contribuir com a proteção dos ecossistemas e da biodiversidade do país. 

3: MENOS RESÍDUOS, MAIS EFICIÊNCIA
Em 1998, fomos pioneiros na construção de um aterro industrial dentro das normas técnicas para armazenar resíduos de forma segura e controlar o impacto ambiental. Em 2015, nos desafiamos novamente e tornamos pública nossa meta para 2020 de reduzir em 40% a geração de resíduos e de não destinar mais resíduos industriais para aterro. Dois anos depois, alcançamos a meta de redução na geração de resíduos com o investimento em melhorias no processo de reciclagem. O principal destaque foi a implantação do secador de lodo – considerado o maior volume de resíduo da companhia, reduzindo em mais de 80% a geração do produto. Atualmente, 100% dos resíduos de corte e confecção têxtil são encaminhados para a reciclagem, processados e transformados em novos fios para a fabricação de produtos de algodão desfibrado.

4: MATÉRIAS PRIMAS QUE NÃO AGRIDEM O MEIO AMBIENTE 
A utilização de matérias primas que não agridem o meio ambiente acontece desde 2008, com a criação da malha PET, colocando o Grupo entre as primeiras empresas brasileiras a produzir roupas de modo ambientalmente responsável. Além da malha PET, produzida a partir da reciclagem de garrafas plásticas), também reutilizamos as sobras dos tecidos, dando vida ao algodão desfibrado, e a poliamida biodegradável, material com a capacidade de se decompor 10 vezes mais rápido que a poliamida convencional, utilizada em peças da linha fitness de nossas marcas. 

5: INVESTIMENTO EM UM MODERNO SISTEMA DE TRATAMENTO DE EFLUENTES INDUSTRIAL 
Também fomos pioneiros ao implantar a primeira estação de tratamento Ecobiológica de Efluentes Industriais da América do Sul. O investimento de R$ 12 milhões permite, anualmente, o reuso de mais de 200 milhões de litros de água no processo produtivo. 

6: MATRIZ ENERGÉTICA RENOVÁVEL
Na busca por uma indústria têxtil sustentável, em junho de 2011, começamos os estudos para substituir a principal matriz energética da empresa, substituindo as caldeiras a gás natural por caldeira de biomassa (queima de cavaco de madeira de reflorestamento). Instalada em 2016, um ano após lançarmos o Plano de Sustentabilidade 2020 “Eu Abraço Sustentabilidade com Estilo” e aderirmos ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), o uso da biomassa como combustível para geração de energia térmica trouxe resultados expressivos, permitindo superar a meta do Plano 2020, que era inicialmente de 20%, e obter uma redução de 77% na emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE). 

7: CARONA SOLIDÁRIA 
Em 2015, adotamos o conceito e a prática da Carona Solidária, incentivando nossos colaboradores a compartilhar o veículo. Além de reduzir a poluição do ar e economizar combustível, os participantes fortalecem o relacionamento com os colegas de trabalho e são beneficiados com vagas cobertas reservadas no estacionamento.

8: ILUMINAÇÃO ECOEFICIENTE
Além do nosso escritório em São Paulo, todo o Parque Malwee concluiu a substituição de 1.579 lâmpadas fluorescentes por equipamentos com a tecnologia LED, que não possuem mercúrio em sua composição e emitem menos CO² - um dos principais gases responsáveis pelo aquecimento global. Segundo estudos, a substituição trará redução de 63% na emissão de CO². Até o final de 2019, todas as nossas unidades fabris já funcionarão com iluminação LED. 

9: HORA DO PLANETA
Entendemos a importância de sermos agentes de transformação. Por isso, promovemos e participamos de diversos movimentos locais e mundiais, entre os mais importantes está a Hora do Planeta. Além de aderirmos ao movimento apagando as luzes das fachadas de nossas unidades e das vitrines das lojas, em 2018, promovemos a primeira edição do Luau do Planeta, no Parque Malwee, realizado apenas com luzes de velas e tochas.

10: JEANS COM 99% ÁGUA 
Como parte de nosso plano de investimentos para o próximo triênio, com foco em projetos sustentáveis, fabricaremos jeans com 99% menos água. O uso de laser vai permitir que o gasto de água na produção de uma calça jeans caia dos 100 litros atuais para 200 mililitros. A inovação ainda vai reduzir o custo das peças em cerca de 4%. 

Fique de olho. Vem mais pela frente! 

Comentários