A Malwee foi reconhecida nesta quinta-feira (11/10), a marca de moda nacional mais transparente do Brasil. O anúncio aconteceu durante o lançamento da primeira edição do Índice de Transparência da Moda 2018, na sede da FGV, em São Paulo.

O principal indicador da pesquisa é a transparência da indústria e as marcas são pontuadas de acordo com a forma que comunicam suas atividades ligadas à responsabilidade socioambiental ao público. Para compor o resultado, o índice avaliou a disponibilidade de informações oferecidas pelas empresas em cinco categorias: “Políticas e Compromissos”, “Governança”, “Rastreabilidade”, “Conhecer, Comunicar e Resolver” e “Tópicos em Destaque”. 

Nesta primeira edição, 20 marcas foram escolhidas para a análise, de acordo com uma amostra baseada em faturamento e representatividade no segmento de atuação: Animale, Farm, Malwee, Osklen, Brooksfield, Marisa, Havaianas, Pernambucanas, C&A, Hering, Cia. Marítima, Melissa, Riachuelo, John John, Moleca, Renner, Ellus, Le Lis Blanc, Olimpikus e Zara.

A Malwee obteve pontuação máxima de 51%, enquanto a média geral da pesquisa foi de 17%. Com este resultado, a Malwee passa a figurar entre as 10 marcas de moda mais transparentes do mundo, ao lado de Adidas, Reebok, H&M, Puma e Banana Republic. 

Ter uma das marcas da companhia avaliada e bem posicionada no Índice de Transparência da Moda mostra que estamos no caminho e reflete o posicionamento que é adotado pelo Grupo Malwee na gestão de todas as suas marcas. Os nossos desafios continuam e a nossa responsabilidade só aumenta, com o compromisso de fazer da moda um agente importante de transformação”, afirma Guilherme Weege, CEO do Grupo Malwee. 

O estudo de transparência na cadeia da moda começou em 2016, como uma iniciativa do Fashion Revolution global, e teve a sua terceira edição publicada em abril de 2018, com a análise de 150 marcas de moda internacionais. Em sua edição brasileira, o Índice foi promovido pela equipe do Fashion Revolution Brasil, em parceria com o Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGVces) e com a Associação Brasileira do Varejo Têxtil (Abvtex).

Confira o Manifesto da Malwee

 

Comentários