A Malwee, marca referência em moda sustentável no Brasil, está cada vez mais alinhada ao conceito da moda circular, já que a sua moda sem ponto final produz peças duráveis e com modelagens que podem ser mantidas no guarda-roupas por muito mais tempo. Já a Roupateca surgiu há 6 anos como uma plataforma de moda compartilhada e tem na circularidade um dos seus principais pilares. Unindo a forma de produção sustentável da Malwee com a essência de economia compartilhada da Roupateca as marcas anunciam parceria num match perfeito para a moda circular.

Um acervo exclusivo de peças sustentáveis da Malwee estará disponível para a comunidade da Roupateca a partir de 28 de setembro, com uma infinidade de opções incluindo peças de Malwee Jeans, o jeans mais sustentável do Brasil, com itens produzidos com 1 copo d’água.

“A gente sempre admirou a Malwee justamente por ter um posicionamento mais sustentável e ser uma marca de moda responsável com o planeta e com as pessoas. Ao sabermos sobre o jeans produzido apenas com um copo d'agua, economizando 98% do recurso na produção, ficamos muito animadas para ter a Malwee aqui na Roupateca”, diz Flavia Netrovski, uma das sócias e fundadoras da plataforma.

O acesso ao acervo se dá por assinaturas, que podem ser mensais, trimestrais, semestrais e anuais, com planos em diferentes quantidades de peças. A Roupateca tem uma sede física que fica no bairro de Pinheiros em São Paulo, mas a escolha das peças também pode ser feita pelo site www.aroupateca.com. As clientes usam as peças escolhidas pelo período selecionado na sua assinatura e depois devolvem ao acervo. Após o uso, a Roupateca se responsabiliza pela higienização das roupas.

“A moda da Malwee é feita para durar, para ser usada por diversas estações e viver muitas histórias e o conceito de guarda-roupa compartilhado da Roupateca tem tudo a ver com a nossa moda sem ponto final. Por isso essa parceria faz todo o sentido pra gente, pois é uma forma de estender o ciclo de vida das peças fazendo elas circularem por mais pessoas e por mais tempo”, conta Guilherme Moreno, Gerente de Marketing da Malwee.

Comentários