Preservar o meio ambiente, cuidar das pessoas e transformar o futuro são alguns dos objetivos que determinam e direcionam tudo o que o Grupo Malwee faz. Para ser sustentável de verdade e fazer a diferença nós acreditamos que é preciso compreender e questionar o processo de fabricação de tudo aquilo que criamos, tendo a responsabilidade de oferecer às pessoas uma moda livre, ecologicamente e socialmente correta.

No Plano 2020, uma das metas relacionadas ao desenvolvimento das nossas peças  é  a restrição do uso de produtos químicos nos processos têxteis, aplicando padrões definidos pela legislação internacional. Esta meta foi criada pensando nas pessoas, nos seus hábitos de consumo e nos impactos que os produtos químicos causam a longo prazo. 

O primeiro passo do Grupo Malwee para alcançar este objetivo foi participar do comitê da ABIT- Associação Brasileira da Indústria Têxtil, para colaborar no desenvolvimento de normas que regulamentem o uso de produtos químicos em peças de vestuário no país. No Brasil ainda não existem leis à respeito deste assunto, mas o Grupo Malwee tem pesquisado sobre o assunto desde muito cedo, intensificando suas ações a partir de 2013, quando iniciou o desenvolvimento de seu plano de sustentabilidade. Sempre foi uma premissa da empresa trabalhar com fornecedores de produtos químicos reconhecidos nacional e internacionalmente pela qualidade e segurança de seus produtos, o plano agora contempla com base no padrão internacional a ser adotado, análisar o processo para sua formalização e implementação de novas metodologias de processo para adequação.

Para descobrir qual a melhor forma de estampar os tecidos sem utilizar químicos,  realizamos diversos testes, desenvolvemos fornecedores e incluímos no processo de fabricação substâncias consideradas muito restritivas, o resultado foi extremamente positivo! Isso significa que estamos no caminho certo para desenvolver peças de roupas ainda mais sustentáveis e principalmente que não sejam nocivas à saúde das pessoas.

Apesar deste novo processo de estamparia ainda estar passando por alguns aprimoramentos, nós estamos muito satisfeitos com o resultado. Se tudo correr como o esperado, é possível que no próximo ano algumas linhas de produtos fabricados pelo Grupo Malwee já venham com esta tecnologia aplicada, dando início a inúmeros avanços que esta descoberta pode trazer para a indústria têxtil e cadeia produtiva brasileira.

O Grupo Malwee está sempre olhando pra dentro, analisando, pesquisando e buscando formas de aprimorar seus processos para fazer a diferença aqui fora e mostrar um novo caminho, justo, sustentável e mais saudável para as pessoas e para o planeta.

Comentários